Biblioteca

CONTEXTUALIZAÇÃO DO PROBLEMA DE INCÊNDIOS FLORESTAIS ATRIBUÍDOS À CAUSA HUMANA NO PARQUE NACIONAL DA SERRA DA CANASTRA MG

Descrição

Resumo

O incêndio florestal é um dos principais problemas enfrentados em Unidades de Conservação do cerrado desde a criação do primeiro parque no Brasil em 1937, o Parque Nacional do Itatiaia. Os elementos geradores do fogo são diversos, uma vez que a própria fitofisionomia do domínio propicia condições favoráveis para estes eventos. Embora alguns estudos indiquem que a ocorrência de incêndios no cerrado é bastante antiga e freqüentes, existem dúvidas quanto ao grau de interferência humana em suas incidências e intensidades. O Parque Nacional da Serra da Canastra (MG), composto em sua maior parte por diferentes fitofisionomias do cerrado, enfrenta problemas com incêndios florestais anual/bienalmente chegando a comprometer mais da metade de sua área em uma única ocorrência. O presente trabalho contextualiza os problemas de incêndios atribuídos à causa humana no Parque Nacional da Serra da Canastra (MG) que comprometem a fauna e flora da região. O estudo contou com uma intensa análise bibliográfica, pesquisa junto a documentos governamentais sobre a ocorrência de incêndios e estratégias de combate ao fogo e trabalho de campo para registros fotográficos.

Categoria
UNIDADES DE CONSERVAÇÃO
Tipo de publicação
Publicações periódicas (revistas, jornais, boletins)
Autores

Lívia Carvalho Moura, Adler Guilherme Viadana

Local da publicação
Rio Claro - SP-
Nº da edição ou volume
Ano de Publicação
2011
Editora
Universidade Estadual Paulista - UNESP