Biblioteca

Relações Humanas e Conflitos Interpessoais: Bem-estar no ambiente de trabalho no Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade – ICMBio. - Dissertação de Mestrado Profissional em Administação Pùblica pelo IDP

Descrição

RESUMO

O trabalho é parte fundamental na vida de uma pessoa e grande parte do dia é dedicada a atividades laborais. Nessa direção, o objetivo principal desta pesquisa é identificar as causas de conflitos interpessoais no ambiente de trabalho do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade – ICMBio. Para explicar o surgimento dos conflitos intragrupais, dois questionários foram aplicados, um para todos os servidores e colaboradores da organização e outro apenas para as chefias. O primeiro estudo utilizou três escalas já validadas em ambientes corporativos e contou com uma amostra de 523 servidores/colaboradores. O segundo estudo contou com a amostra de 97 chefes e utilizou questionário com perguntas elaboradas pela autora e baseadas em instrumentos já validados de autores da área de comportamento humano e conflitos. Para atender ao objetivo do estudo, utilizaram-se os procedimentos de correlação para justificar o comportamento linear e associações sugeridas pelos dados entre as variáveis e a regressão linear simples, a fim de verificar o poder preditivo das variáveis. A partir dos dados adquiridos, constatou-se que 56% da amostra de servidores/colaboradores e cerca de 70% da amostra das chefias afirmaram existir conflitos no ambiente de trabalho “às vezes”, “frequentemente” ou “sempre”. Os principais fatores que podem explicar a ocorrência desses conflitos são comprometimento e satisfação, condições de trabalho e relações socioprofissionais. Mais especificamente, o principal responsável pelos conflitos interpessoais é a relação socioprofissional, do qual 42% dão origem a Conflito de Relacionamento. Esse é explicado pela predominante situação crítica das relações socioprofissionais no contexto de trabalho e cerca de 30%, tornam-se Conflito de Tarefa, explicado pelas relações socioprofissionais, com destaque para a desequilibrada distribuição de tarefas, comunicação com ruídos entre os membros da equipe e a existência de individualismo e disputas profissionais. A maior parte dos conflitos presentes nas unidades organizacionais advém de conflito de tarefa. O estilo integrador de gestão de conflitos está fortemente presente entre as chefias, que responderam ao questionário. E 40% declararam apresentar inabilidade em atuar na gestão de conflitos e a capacitação foi a sugestão mais presente entre os respondentes para o enfrentamento desse problema. Palavras-chave: relações humanas interpessoais; comportamento organizacional; qualidade de vida no trabalho; bem-estar no trabalho; conflitos interpessoais.


ABSTRACT

Work is a fundamental part of a person's life and a large part of the day is dedicated to work activities. In this direction, the main objective of this research is to identify the causes of interpersonal conflicts in the work environment of the Chico Mendes Institute for Biodiversity Conservation – ICMBio. To explain the emergence of intragroup conflicts, two questionnaires were applied, one for all employees and employees of the organization and the other only for heads. The first study used three scales already validated in corporate environments and had a sample of 523 servers/employees. The second study had a sample of 97 heads and used a questionnaire with questions prepared by the author and based on instruments already validated by authors in the area of human behavior and conflicts. To meet the objective of the study, correlation procedures were used to justify the linear behavior and associations suggested by the data between the variables and simple linear regression, in order to verify the predictive power of the variables. From the data acquired, it was found that 56% of the sample of civil servants/employees and about 70% of the sample of managers stated that there were conflicts in the work environment “sometimes”, “often” or “always”. The main factors that can explain the occurrence of these conflicts are commitment and satisfaction, working conditions and socio-professional relationships. More specifically, the main responsible for interpersonal conflicts is the socio-professional relationship, of which 42% give rise to Relationship Conflict. This is explained by the predominant critical situation of socio-professional relationships in the work context and about 30% become Task Conflict, explained by socio-professional relationships, with emphasis on the unbalanced distribution of tasks, noisy communication between team members and the existence of individualism and professional disputes. Most of the conflicts present in organizational units arise from task conflicts. The integrative style of conflict management is strongly present among managers, who responded to the questionnaire. And 40% declared that they were unable to act in conflict management and training was the most present suggestion among respondents for dealing with this problem. Keywords: interpersonal human relationships; organizational behavior; quality of life at work; well-being at work; interpersonal conflicts

Categoria
GESTÃO DE PESSOAS
Tipo de publicação
Trabalho acadêmico (TCCs, dissertações, teses e trabalhos científicos apresentados em congressos e cursos)
Autores

Helena Machado Cabral Coimbra Araujo

Local da publicação
Brasília - DF - https://repositorio.idp.edu.br//handle/123456789/3094
Nº da edição ou volume
Ano de Publicação
2021
Editora
IDP / EAB - Instituto Brasileiro de Ensino, Desenvolvimento e Pesquisa