Biblioteca

Projeto Biodiversidade e Mudanças Climáticas na Mata Atlântica - Parte II - Estudos de caso

Descrição

O Projeto Biodiversidade e Mudanças Climáticas na Mata Atlântica (projeto Mata Atlântica) é coordenado pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA), no contexto da Cooperação BrasilAlemanha para o Desenvolvimento Sustentável, no âmbito da Iniciativa Internacional para o Clima (IKI) do Ministério do Meio Ambiente, Proteção da Natureza e Segurança Nuclear da Alemanha (BMU). O módulo de Cooperação Técnica do projeto foi realizado entre abril de 2013 e dezembro de 2020, tendo como foco principal a assessoria e a disponibilização de serviços para o desenvolvimento conceitual e metodológico, bem como a facilitação de parcerias e o desenvolvimento de capacidades nas temáticas abordadas pelo projeto. O módulo de Cooperação Financeira foi iniciado em novembro de 2016 e visa à viabilização de investimentos de maior porte e escala para a implementação das atividades de conservação e recuperação. Este documento foi construído com base nos esforços das equipes do MMA e da GIZ para registrar os principais processos apoiados pelo projeto por meio de estudos de caso, descrevendo o público-alvo de cada experiência, o contexto em que foi implementada e a narrativa do processo, além de trazer quais foram as lições aprendidas e sugerir recomendações futuras. A publicação conta com um conjunto de 19 estudos de caso, que abordam os principais eixos temáticos do projeto. Os estudos 1 a 10 tratam sobre a adaptação baseada em ecossistemas (AbE), englobando o processo de desenvolvimento de capacidades, a inserção da abordagem AbE em instrumentos de ordenamento territorial, e as análises de risco e vulnerabilidade da mudança do clima. Do estudo de caso 11 ao 16, aborda-se a temática de recuperação da vegetação nativa da Mata Atlântica, com destaque para o apoio do projeto às políticas públicas brasileiras, o fortalecimento de capacidades de organizações que trabalham com a temática, e a elaboração de estudos para o monitoramento da recuperação em campo e para a promoção da cadeia produtiva da recuperação da vegetação. Finalmente, do estudo de caso 17 ao 19, abordam-se os temas transversais do projeto, que acompanharam todas as atividades implementadas. São eles: a comunicação, a digitalização e a abordagem de gênero. Espera-se que outras instituições utilizem este material de lições aprendidas como base para dar continuidade e qualificar ações futuras relacionadas aos casos apresentados. Espera-se, também, que os estudos de caso apresentados neste documento inspirem novas ações que abordem as temáticas de AbE e de recuperação da vegetação nativa no Brasil.

Categoria
PESQUISA AVALIAÇÃO E MONITORAMENTO DA BIODIVERSIDADE
Tipo de publicação
Livro
Autores

Coordenação técnica:

Rodrigo Martins Vieira - MMA;

Maria Olatz Cases - GIZ

Local da publicação
Brasília - DF https://www.cooperacaobrasil-alemanha.com/Mata_Atlantica/Estudos-Caso.pdf
Nº da edição ou volume
2ª edição
Ano de Publicação
2020
Editora
MMA - GIZ