Biblioteca


        
 
Título
Categoria Tipo de publicação
Descrição Autores


CURSO SOBRE CRIAÇÃO DE RESERVAS PARTICULARES DO PATRIMÔNIO NATURAL

- Contrato nº 2018/000267

TDR Nº 142787

1. Apresentação do Curso 

A Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) é uma unidade de conservação de domínio privado criada com o objetivo de conservar a diversidade biológica, e gravada com perpetuidade por meio de ato voluntário de seu proprietário. É uma categoria de unidade de conservação prevista no Sistema Nacional de Unidade de Conservação da Natureza (SNUC) que permite a participação direta da sociedade civil no processo de ampliação das áreas protegidas no país. As RPPNs têm conquistado nos últimos anos um espaço cada vez maior na preservação e conservação dos ecossistemas brasileiros. Um dos pontos fortes dessa categoria de unidade de conservação é o fato de inserir a sociedade civil diretamente no processo de conservação da biodiversidade, uma vez que a criação de uma RPPN, parte do ato voluntário de proprietários rurais que desejam criar em suas propriedades uma unidade de conservação em caráter perpétuo. A criação de RPPN possibilita a participação da iniciativa privada no esforço nacional de conservação da biodiversidade para a ampliação das áreas protegidas no país. É um ato que apresenta índice altamente positivo na relação custo/benefício para o Governo Federal, pois desonera o poder público da regularização fundiária e da gestão da unidade de conservação, otimizando os tão escassos recursos destinados à conservação. Além disso, o processo de criação de uma RPPN é bem mais simples do que o processo de criação de outras categorias de unidades de conservação. Criando uma RPPN o proprietário não perde o direito de propriedade, tem isenção do Imposto Territorial Rural referente à área criada como RPPN, prioridade na análise dos


Ano de Publicação: 2018

Primatas do Parque Nacional do Viruá, Roraima, Brasil

RESUMO – Este trabalho apresenta o inventário consolidado de primatas do Parque Nacional do Viruá, Roraima, feito a partir da revisão da literatura e consulta ao material tombado nas coleções do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia e do Museu Paraense Emílio Goeldi, da realização de expedições à unidade e de entrevistas no entorno. Amostras biológicas também foram coletadas e tombadas no Centro Nacional de Pesquisa e Conservação de Primatas Brasileiros (CPB). Ao longo de seis dias efetivos em campo, foram obtidas 53 observações diretas das seguintes espécies: Saguinus midas, Saimiri sciureus, Sapajus apella, Aotus trivirgatus, Chiropotes sagulatus e Alouatta macconnelli. Além dessas espécies, as entrevistas apontaram ainda a presença de Cheracebus lugens e Ateles paniscus. Apenas Pithecia chrysocephala não foi observada nem citada nas entrevistas, provavelmente por ser uma espécie críptica e bastante silenciosa. Os resultados deste estudo indicam que S. apella e S. sciureus são as espécies mais abundantes. É possível que o fato de a amostragem ter se concentrado nas margens do Rio Branco tenha favorecido esse resultado. Além disso, foram coletadas amostras biológicas de animais encontrados em residências, das espécies S. apella, Cebus olivaceus, S. sciureus e C. sagulatus. Tendo em vista que o plano de manejo da unidade aponta a observação de fauna como um dos pilares do Programa de Uso Público, o presente estudo subsidiará as atividades relacionadas à observação de primatas.

Palavras-chave: Caracaraí-Roraima; diversidade; inventário; Amazônia; conservação.


ABSTRACT – Primates of Virua National Park, Roraima, Brazil. This study presents a consolidated inventory of the primates in the Viruá National Park, Roraima. The inventory was based on a literature review, consultation of the collections of the Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia and the Museu Paraense Emílio Goeldi, expeditions in the Park, and interviews with the communities surrounding the Park. Biological samples were collected and deposited at the Centro Nacional de Pesquisa e Conservação de Primatas Brasileiros. Over six days in the field, 53 records of the following species were obtained: Saguinus midas, Saimiri sciureus, Sapajus apella, Aotus trivirgatus, Chiropotes sagulatus and Alouatta macconnelli. Besides these species, the interviews also pointed to the presence of Cheracebus lugens and Ateles paniscus. Pithecia chrysocephala was not observed nor mentioned in the interviews, probably because of its species’ cryptic and quiet behavior. The results indicate that S. apella and S. sciureus are the most abundant species. However, this might be biased by the fact that sampling was concentrated on banks of the Rio Branco. In addition, biological samples of S. apella, Cebus olivaceus, S. sciureus, and C. sagulatus were collected from animals found in residences around the Park. The Management Plan of the Viruá National Park points to wildlife tourism in the Program of Public Use.

Keywords: Caracaraí-RR; diversity; inventory; Amazon; conservation.


Ano de Publicação: 2017

Primatas da Floresta Nacional de Tefé, Amazônia Central

RESUMO – A Floresta Amazônica é o bioma brasileiro mais biodiverso em termos de primatas, com 77% dos 139 táxons descritos para o Brasil. Mas, apesar de sua importância ecológica, a Amazônia é relativamente pouco conhecida. Neste estudo, apresentamos os resultados do inventário de primatas da Floresta Nacional de Tefé, incluindo sua zona de amortecimento, com destaque para algumas potenciais ameaças verificadas. O levantamento de dados foi realizado por meio de quatro métodos: levantamento de animais tombados em coleções científicas, avistamento na natureza, coleta de dados e material biológico de animais cativos nas comunidades, e amostragem indireta com entrevista de moradores. Foram registrados 50 encontros na natureza e 14 em cativeiro, com identificação de 12 espécies, além de 12 entrevistas, com 13 espécies identificadas por esse método. Nos acervos biológicos das coleções científicas, identificaram-se oito espécies tombadas. Todos os registros totalizaram 14 espécies. A espécie Aotus vociferans não era esperada na área, portanto seu registro aumentou a distribuição dessa espécie. Durante as entrevistas, notou-se uma preferência, para alimentação, por animais de porte maior como Lagothrix cana, Ateles chamek, Alouatta puruensis e Sapajus macrocephalus, que totalizaram 27 (84,3%) citações dos entrevistados. Isso corrobora as ameaças sofridas pela espécie Ateles chamek e pelas espécies do gênero Lagothrix, que apresentam como um dos fatores de diminuição populacional a caça por comunidades tradicionais e indígenas. Os resultados deste trabalho mostram que a FLONA Tefé possui uma expressiva diversidade de primatas, chegando a 10,7% dos primatas brasileiros e 17,9% dos primatas amazônicos.

Palavras-chave: Amazônia; ameaças; inventário; primatas; unidade de conservação.


ABSTRACT – Primates of the Tefé National Forest, Central Amazonia. The Amazon rainforest is the most diverse Brazilian biome regarding primate diversity, with 77% of the 139 taxa described for Brazil. Despite its ecological importance, Amazonian biodiversity is relatively unknown. The objective of this study is to present the results of an inventory of primates in the National Forest of Tefé, Brazil, including its buffer zone, and highlight some threats identified. Data collection was carried out using four methods: survey of the animals in scientific collections, a survey in situ, collection of data and biological material from captive animals, and interviews of local residents. Fifty encounters in the wild and 14 encounters in captivity were recorded with the identification of 12 species. Twelve interviews resulted in the identification of 13 species and 9 were identified following the survey of museum specimens from the region – 14 species overall. Aotus vociferans was not expected for the study area, and this record has extended the species’ known range. During the interviews, we identified a preference for hunting the larger primates, such as Lagothrix cana, Ateles chamek, Alouatta puruensis, and Sapajus macrocephalus, total izing 27 (84.3%) records. The results of this study demonstrate that the National Forest of Tefé has a significant diversity of primates, representing 10.7% of Brazilian primates and 17.9% of the Amazonian primates.

Keywords: Amazonia; protected area; inventory; primates; threats.

Ano de Publicação: 2017

Perfil e percepção ambiental dos visitantes do flutuante dos botos, Parque Nacional de Anavilhanas, Novo Airão – AM Profile and environmental perception of visitors at river dolphins floating, Anavilhanas National Park, Novo Airão – AM

Resumo: No Flutuante dos Botos, situado no Parque Nacional de Anavilhanas, município de Novo Airão-AM, desenvolve-se o turismo interativo com o boto-vermelho (Inia geoffrensis). As interações com os botos iniciaram em 1998 e, desde então, o empreendimento passou a ser o principal ponto turístico da cidade. Neste trabalho é apresentado o perfil e a percepção ambiental de 119 visitantes do Flutuante dos Botos. Conclui-se que o turismo interativo com os cetáceos no Parque Nacional de Anavilhanas é positivo tanto no âmbito econômico-social do município de Novo Airão, pois promove direta e indiretamente a geração de renda, quanto no âmbito ambiental, já que o modelo de turismo implementado é visto pelos visitantes como uma ferramenta que contribui para a conservação dos botos.

Palavras-chave: Inia geoffrensis; Unidade de Conservação; Turismo.

Abstract: In River Dolphins Floating, situated in the Anavilhanas National Park, municipality of Novo Airão-AM, develops tourism interactive with Amazon River Dolphin (Inia geoffrensis). Interactions with those animals began in 1998 and since then, the enterprise has become the main tourist spot in the city. Here is presented the profile and perception of environmental 119 visitors of the River Dolphins Floating and concluded that tourism interactive with cetaceans in Anavilhanas National Park is positive both in the economic and social council of the Novo Airão, therefore directly and indirectly promotes the generation income, as under environmental, since the tourism model implemented is seen by visitors as a tool that contributes to the conservation of Amazon River Dolphin.

Ano de Publicação: 2013

Perfil da visitação na Ilha dos Lençois, comunidade de pescadores tradicionais, reserva Extrativista de Cururupu - MA

Ano de Publicação: 2015

Ordenamento participativo do turismo com botos no Parque Nacional de Anavilhanas, Amazonas, Brasil Participatory planning in tourist activities with Amazon River Dolphins at the Anavilhanas National Park, Amazonas, Brazil

Ano de Publicação: 2017

Manejo participativo da pesca na Amazônia: a experiência do ProVárzea

Resumo

O presente estudo analisa os resultados, impactos e lições do apoio

do ProVárzea a projetos de manejo participativo dos recursos pesqueiros

no período de 2002 a 2007. Nesse período, 15 projetos desenvolveram suas

atividades em 28 municípios dos estados do Amazonas e Pará, envolvendo

diretamente cerca de 100.000 pessoas e promovendo o fortalecimento

institucional, o surgimento de lideranças e melhorias no sistema de manejo

do pirarucu, tambaqui, camarão e quelônios.

O modelo de gestão e uso participativo dos recursos pesqueiros,

praticado pelas instituições e comunidades apoiadas pelo ProVárzea, representa

uma nova forma de integrar as ações do Estado com a sociedade

civil organizada, contribuindo com a sustentabilidade social, econômica e

ambiental da pesca na Amazônia.

Palavras-chave: Amazônia, desenvolvimento sutentável, políticas públicas.

Summary

The present study analyzes the results, impacts and lessons from

ProVárzea support to fishery resource management projects between 2002

and 2007. In this period, 15 projects developed activities in 28 districts

from municipalities of Amazonas and Para, involving around 100.000 people

and promoting the strength of institutions, the raising of local leadership,

and improving fishing management system. The participative model of use

and management practices by the local communities and institutions

supported by ProVárzea is a new way to integrate government actions with

civil society and making more environmental sustainability for fishing

economy in Amazonia.

Keywords: Amazon, sustentable development, public policies.

Ciência e Natura, UFSM, 32(2): 97 - 120, 2010

Ano de Publicação: 2010

EXTENSÃO DA DISTRIBUIÇÃO GEOGRÁFICA DE Aotus vociferans (PRIMATES, AOTIDAE) -

RESUMO. A distribuição geográfica de Aotus vociferans, conhecido popularmente como macaco-da-noite, estende-se quase que exclusivamente ao norte do rio Amazonas. A exceção é um pequeno enclave populacional na margem direita do rio Solimões, nas proximidades do lago Ayapuá, baixo rio Purus, estado do Amazonas. Durante inventário de primatas na Floresta Nacional de Tefé, distante cerca de 350 km a oeste deste enclave, registramos um grupo de A. vociferans, o que representa uma extensão da distribuição geográfica da espécie e suscita a hipótese de que todo o interflúvio entre o baixo rio Juruá e o baixo rio Purus poderia ser ocupado por este táxon.


ABSTRACT. Extension of geographical distribution of Aotus vociferans (Primates, Aotidae). The geographical distribution of Aotus vociferans, popularly known as night-monkey, stretches almost exclusively north of the Amazon River. The exception is a small enclave populated on the right bank of the Solimões River, near Lake Ayapuá, lower Purus River, Amazonas state. During inventory of primates in the National Forest Tefé, distant about 220 miles west of this enclave, recorded a group A. vociferans, which represents an extension of the geographical distribution of the species and raises the hypothesis that all the interfluves between low Juruá and lower Purus River could be occupied by this taxon.

Palavras-chave: Amazônia. Inventário. Macaco-da-noite. Primatas.

Key words: Amazonia. Inventory. Night-monkey. Primates

Ano de Publicação: 2013

Effects of forest structure components on the occurrence, group size and density of groups of bare-face tamarin (Saguinus bicolor – Primates: Callitrichinae) in Central Amazonia - Efeito dos componentes estruturais da floresta na ocorrência, tamanho e densidade de grupos do sauim-de-coleira (Saguinus bicolor – Primates: Callitrichinae), na Amazônia Central




ABSTRACT

This study analyzed the influence of forest structural components on the occurrence, size and density of groups of Bare-face

Tamarin (Saguinus bicolor) - the most threatened species in the Amazon - and produced the first map of distribution of groups in

large-scale spatial within the area of continuous forest. Population censuses were conducted between November 2002 and July

2003, covering 6400 hectares in the Ducke Reserve, Manaus-AM, Brazil. Groups of S. bicolor were recorded 41 times accordingly

distributed in the environments: plateau (20); slopes (12); and lowlands (09). The mean group size was 4.8 indiv./group, and

ranged from 2 to 11 individuals. In the sites where the groups were recorded, and in an equivalent number of sites where no

tamarins were found located at least 500 m from those where they had been recorded, we placed 50 m x 50 m plots to record the

following forest structural components: abundance of trees; abundance of lianas; abundance of fruiting trees and lianas; abundance

of snags; abundance of logs; percentage of canopy openness; leaf litter depth; and altitude. Bare-face Tamarin more often uses areas

with lower abundance of forest logs, smaller canopy opening and with higher abundance of snags, areas in the forest with smaller

canopy opening present higher density of S. bicolor groups. Apparently this species does not use the forest in a random way, and may

select areas for its daily activities depending on the micro-environmental heterogeneity produced by the forest structural components.

KEYWORDS

Saguinus bicolor, population, ecology, Ducke Reserve, threatened species.


RESUMO

Este estudo analisou a influência de componentes estruturais da floresta na ocorrência, tamanho e densidade de grupos do Sauim-de-coleira

(Saguinus bicolor) – a espécie de primata mais ameaçada na Amazônia - e produziu o primeiro mapa de distribuição de grupos em grande

escala espacial dentro de uma área continua de floresta. Censos populacionais foram conduzidos entre novembro de 2002 e julho de 2003,

cobrindo 6400 hectares na Reserva Ducke, Manaus-AM, Brasil. Quarenta e um grupos de sauins foram registrados conforme os ambientes:

platô (20), vertente (12), e baixio (09). O número de indivíduos por grupo variou de 2 a 11, com uma média de 4,8 indivíduos/grupo. Nos

locais onde os grupos foram registrados, e em um número equivalente onde não ocorreram, localizados a pelo menos 500 m daqueles locais onde

eles ocorreram, colocamos parcelas de 50m x 50m para registrar os seguintes componentes de estrutura da floresta: abundância de árvores,

abundância de lianas, abundância de árvores e lianas frutificando, abundância de troncos mortos em pé, abundância de troncos mortos no

chão, percentagem de abertura do dossel, profundidade do folhiço, e altitude. O sauim-de-coleira usou mais freqüentemente áreas com menor

abundância de troncos mortos no chão, menor abertura do dossel, e com maior abundância de troncos mortos em pé. Áreas com menor abertura

do dossel apresentaram maiores densidades de grupos de sauím-de-coleira. Aparentemente esta espécie não usa a floresta ao acaso, e deve

selecionar áreas para as suas atividades diárias dependendo da heterogeneidade micro-ambiental produzida por componentes estruturais da

floresta.

PALAVRAS CHAVES

Saguinus bicolor, população, ecologia, Reserva Ducke, espécie ameaçada.


Ano de Publicação: 2006

Densidade e tamanho populacional de primatas em uma área de terra firme na Amazônia Central

O Brasil apresenta 1/3 das florestas tropicais remanescentes do mundo e é reconhecidamente um dos mais importantes repositórios da diversidade biológica mundial. Quanto à riqueza de espécies de primatas, ocorrem em seu território 133 espécies e subespécies, sendo que 80 ocorrem em território amazônico e 11 estão ameaçadas de extinção. Apesar dos números expressivos, boa parte das espécies, principalmente as que ocorrem na região amazônica, apresenta carência de informações ecológicas e populacionais. Diante disso, os objetivos deste estudo foram:  (1) registrar as espécies de primatas; (2) estimar suas densidades; (3) caracterizar suas distribuições na Reserva Florestal Adolplho Ducke, uma área de floresta primária de 10.000 hectares situada na região de crescimento urbano norte da cidade de Manaus - AM. Os dados foram coletados por meio do método de transecção linear, cobrindo todo o sistema de trilhas da reserva. Foram percorridos 720 km e registrados 58 avistamentos de Saguinus bicolor, 29 de Cebus apella, 20 de Allouata seniculus, 13 de Pithecia pithecia, e 10 de Chiropotes sagulatus, distribuídos em todos os tipos de ambientes (platô, vertente e baixio)

Ano de Publicação: 2011